3.3.08

why does it always rain on me?

era uma bela quinta-feira ensolarada quando acordei e resolvi ir um pouco mais arrumada pra faculdade. nada que signifique trocar meu tênis por um salto mas, ao abrir o guarda-roupa pra me arrumar, me dirigi pra divisão das roupas mais legais e não pra dos lixos que eu costumo vestir na faculdade.
vale ressaltar que eu acordo meio-dia, estudo à tarde e moro em teresina, ou seja: era realmente uma quinta-feira ensolarada.
então tomei banho, peguei minha roupa legal, escovei a franja (!) e sai...
no meio do caminho já começou a chuviscar e, quando eu cheguei no ceut, a maior nuvem do mundo com certeza pairava sob a minha cabeça, porque foi a chuva mais forte que eu já peguei na rua.
claro, eu não tinha guarda-chuva. mas de qualquer forma tudo que eu tinha que caminhar era uma calçada, já que minha mãe parou o carro na porta da faculdade. mesmo assim, foi suficiente pr'eu entrar na sala ensopada.
a barra da minha calça era nojo só... parecia ter arrastado toda a lama. meu cabelo tava estilo recém-saído-do-banho, minha blusa passou de cinza-claro para cinza-escuro e eu tive que espalhar minhas coisas: caderno numa carteira, pasta na outra e o dvd que eu levei na outra; porque se juntasse os três na carteira que eu tava, seria um rio escoando em cima de mim.
todo o meu glamour e bem-estar foram literalmente por água abaixo. e nem vou me desculpar pelo trocadilho.

que que eu pude entender disso?
eu realmente não devo me arrumar.
principalmente se for pra ir pra aula.
¬¬